Conhecimento

Grandes empresas criam novas marcas para ampliar vendas no delivery

Redes de restaurantes como Giraffas, Applebee's e dona do Outback apostam em 'spin-offs' para alcançar diferentes públicos

Para a Bloomin’ Brands, dona dos restaurantes Outback e Abraccio, as refeições originadas de aplicativos de delivery significam hoje 25% de todo o seu faturamento  Foto: Taba Benedicto/Estadão
Para a Bloomin’ Brands, dona dos restaurantes Outback e Abraccio, as refeições originadas de aplicativos de delivery significam hoje 25% de todo o seu faturamento. Foto: Taba Benedicto/Estadão

Confira trecho da entrevista com Eduardo Tomiya, CEO da TM20 Branding, para André Jankavski, O Estado de S.Paulo


Trata-se de um movimento que começa a ocorrer no Brasil, mas que virou rotina em cadeias de restaurantes mundo afora. A Applebee’s, por exemplo, criou a Comisc Wings, especializada em frango. Já a rede de pizzarias americana Chuck E. Cheese, com mais de 600 lojas espalhadas nos Estados Unidos, criou a Pasqually’s Pizza & Wings. De acordo com o especialista em marcas e presidente da TM20 Branding, Eduardo Tomiya, esse tipo de movimento faz sentido para as marcas que querem vender produtos diferentes ou com uma faixa de preço diferente da marca mãe.

“É uma forma de proteger um dos principais ativos de toda a empresa, que é a marca. Podem se tratar de negócios diferentes ou distantes para uma marca já estabelecida explorar e confundir os consumidores”, diz Tomiya.


Fonte: O Estado de S.Paulo


Leia a matéria completa.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
TM20_logo.png